Blog do app Facilita

03/12/2018

Corretor de imóveis – essa profissão vai morrer?

Publicado em: Dicas
Corretor de imóveis – essa profissão vai morrer?

Em tempos de avanços tecnológicos, em que sistemas estão cada  vez mais completos e automatizando tarefas que antes eram feitas apenas manualmente, não é difícil surgir o questionamento de algumas profissões, como a de corretor de imobiliário.

Vivemos um período de hiperinformação e de hiperconectividade. Essa realidade faz com que o cliente esteja cada vez mais independente. Estaria então o corretor de imóveis obsoleto?

A resposta é simples: não! O corretor de imóveis é vital para o processo de vendas. Nenhuma tecnologia é capaz de suprir a necessidade do contato humano e é exatamente essa parte que o corretor acrescenta no processo de vendas. A interação com o outro e o “olho no olho”, desperta uma confiança que só é possível com a presença.

Ainda há espaço para o corretor no mercado imobiliário?

Sim! É importante lembrar que mesmo que o processo de compras do cliente comece de forma individual e independente, em alguma etapa ele recorrerá à imobiliária, à construtora, e é exatamente nessa etapa que a presença do corretor é tão necessária.

O cliente que é constantemente bombardeado com uma pluralidade de informações e opções precisa do auxílio de um profissional capacitado que o ajude a escolher a melhor opção, levando em consideração suas necessidades e preferências.

Mas se a função e necessidade do corretor de imóveis está clara, por que tantos profissionais do mercado se sentem desvalorizados? Essa é uma pergunta pertinente e deve ser considerada por todos os gestores comerciais.

Como valorizar o corretor de imóveis?

O gestor tem a responsabilidade de trazer confiança para a equipe de vendas e amparar os profissionais  com informações e sistemas organizados que permitam uma rápida comunicação. Outro ponto importante é estimular a competição positiva sem supervalorizar um profissional em detrimento de outro e sim oferecer oportunidades para que cresçam e sejam agentes atuantes dentro da empresa.

Uma boa opção para estimular essa competição é o clube de pontos, o qual já falamos sobre no blog e você pode se inteirar mais aqui.  

Ações de endomarketing também são opções válidas, assim como cursos preparatórios e palestras que estimulem o conhecimento desse profissional que precisa estar sempre bem informado e conectado.

Parceria entre processos, corretores e tecnologia

Falando de conexão e tecnologia, começamos essa conversa levantando um embate que o avanço da tecnologia pode causar na relação empresa – corretor – cliente. Mas é importante que fique claro que a tecnologia veio para facilitar os processos e a vida desse profissional. É preciso entender que a tecnologia não é excludente, pelo contrário, os ERPs e CRMs servem justamente para integrar processos e pessoas.

Diante disso, vale reforçar que a profissão do corretor de imóveis não está ameaçada por nenhum desses avanços. Entretanto, é importante que o corretor imobiliário se adapte às tecnologias e a mudança do consumidor. É tempo de estar mais preparado e oferecer para o mercado uma visão empática, humana que entende as necessidades do cliente.

Pesquisar no Blog

Publicações Recentes

Publicações Recentes

Receba Novidades